quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Necromancia e Imortalidade, saiba o que é um Lich


Na literatura fantástica existe uma gama infinita de criaturas dotadas de poderes sobrenaturais, inclusive nós humanos, em alguns universos fantásticos somos capazes de utilizar da magia para nosso bem-estar e sobrevivência. Contudo, existe uma classe de poderes mágicos que não se enquadra exatamente no que chamaríamos de magia branca, pois faz uso de técnicas sombrias e, muita das vezes, perigosas.

Tal magia sombria, em geral, ficou conhecida como Magia Negra, pois é utilizada para fins pérfidos, causando o mal a diversos outros seres corriqueiramente inocentes. Um subtipo de magia negra muito conhecida é a Necromancia, uma arte sombria voltada para a Morte. Os praticantes dessa classe mágica, costumam trabalhar com sacrifícios de animais, criaturas ou mesmo seres de sua mesma espécie e utilizam essa força vital para manterem-se jovens, poderosos ou mesmo escravizar corpos inanimados ao seu favor, gerando exércitos inteiros de mortos-vivos.


Porém, existe uma arte necromântica que não visa necessariamente prejudicar os seres, mas trazer imortalidade ao praticante. Esse tipo de magia aprisiona a alma do feiticeiro em um determinado objeto, conferido imortalidade ao seu corpo, que pode ser ferido, dilacerado ou mesmo destruído, enquanto sua essência vital encontra protegida em outro lugar. O nome dado a esse morto-vivo em muitos universos é Lich e ao recipiente que o mantém imune à mortalidade é filactéria.

O termo filactéria é uma adaptação de uma antiga prática dos fariseus que costumavam guardar em caixas pedaços e tiras de pergaminho com trechos de Deuteronômio, do Êxodo e fragmentos da Lei, os quais carregavam consigo a vários lugares sobre a testa ou debaixo do braço esquerdo. Já o termo Lich, adaptado para o universo do RPG Dungeons & Dragons, é uma versão moderna da palavra alemã leiche ou do inglês antigo, lych, que significava cadáver.


Em termos físicos, por se tratar de um corpo sem alma, isto é, um morto-vivo, um Lich apresenta as características de um cadáver em estágios avançados de decomposição, geralmente com muitos ossos expostos, poucos remanescentes de carne, normalmente em putrefação, ou ainda uma preservação da cobertura de pele, embora muito envelhecida e ressecada, assemelhando nesse caso a um corpo mumificado. Nas órbitas oculares, não existem mais olhos e a cavidade é preenchida por um brilho luminoso de tonalidade azulada a roxa ou ainda esverdeada.


Como no passado a maioria dos Liches foram magos poderosos, já que a magia utilizada para criar a imortalidade e aprisionar almas em filactérias é extremamente complexa e de difícil execução, tais criaturas mantém muitos de seus conhecimentos das artes mágicas e portanto são perigosíssimas. Após muitos anos no estado de Lich, pouquíssimos resquícios da sanidade mental humana permanecem no cadáver, podendo ele muita das vezes falar e conversar normalmente, mas não sabendo distinguir inimigos de amigos, o que os leva a atacar qualquer um que cruze seu caminho.

Embora percam a lucidez de modo geral, Lichs possuem uma sede insaciável por poderes, conhecimentos antigos ou magias secretas, vagando por cavernas, ruínas e locais abandonados em geral buscando por alguma arte mágica perdida.

 

No universo do RPG Tormenta os passos do ritual para se tornar um Lich são assim descritos:

Passo 1: a Filactéria
Para viver para sempre, a alma não pode ser destruída." Baseado neste princípio, o candidato a lich deve possuir um local seguro para guardar sua alma. A Filactéria típica é uma caixa de metal selada, repleta de tiras de pergaminhos com escritos mágicos, mas pode ser quase qualquer coisa. Com este item em mãos, o mago deve lançar as seguintes magias, nesta ordem: recipiente arcano, desejo restrito (duplicando a magia reencarnação), prender a alma (em si mesmo) e permanência. As magias não surtem efeito imediatamente, apenas durante o próximo passo.

Passo 2: a Poção do Sono Eterno
Com um receptáculo em mãos, o candidato a lich deve se concentrar no próximo passo: morrer. Mas não de qualquer maneira - apenas através da poção do sono eterno. Esta poção contém vários tipos de venenos: arsênico, extrato de lótus negra, veneno de wyvern e veneno de cascavel. A poção não tem qualquer efeito em um alvo involuntário. O candidato deve esperar uma noite de lua cheia para beber a poção.

Passo 3: o Mago Imortal
Para o candidato, a poção é letal. Após a morte do candidato, seu corpo fica inerte, e sua alma é depositada no filactério (assim, um candidato que não tenha realizado o primeiro passo do ritual simplesmente morre). Sem um corpo físico, a consciência do mago vaga pelos Planos. Depois de uma semana, a mente do necromante volta para seu corpo - mas o tempo já cobrou seu preço. O corpo do mago está seco, enrugado, com olhos vazios e ossos salientes. O mago não respira mais, não tem sangue, e é efetivamente um morto-vivo. Agora é um lich, e tem todo o tempo do mundo.

Na cultura pop existem alguns personagens que se enquadram na categoria de Lich, embora muitos não atendam às características supracitadas. Seriam eles:

- Sauron, do universo de O Senhor dos Anéis, que obteve a imortalidade quando transferiu todos os seus poderes para o Um Anel.
- Lich King Arthas, herói morto-vivo do universo dos games Warcraft 3 e World of Warcraft.
- Voldemort, da série de livro Harry Potter, que garantiu sua imortalidade após dividir sua alma em sete filactérias, isto é, as Horcruxes.
- Hora de Aventura, Lich é o super vilão do desenho da Cartoon Network, sendo o maior inimigo dos protagonistas Finn e Jake.


Fontes Consultadas:
D&D 4.0 – Manual dos Monstros
Tormenta RPG Wiki – Ritual do Lich
The Hypertext d20 SRD

2 comentários:

  1. Vou fazer uso dessas informações e de outras do blog. Muito bom o trabalho de v6

    ResponderExcluir