terça-feira, 27 de outubro de 2015

Mapa raro da Terra-Média, com anotações de Tolkien, é descoberto em Livro!


Um mapa raro da Terra-Média foi recentemente descoberto, nele haviam anotações feitas pelo próprio J.R.R. Tolkien, revelando novas informações sobre o mundo de O Senhor dos Anéis. Uma das grandes novidades é que no mapa a Vila dos Hobbits está na mesma latitude de Oxford, e que a cidade italiana de Ravenna poderia ser a inspiração para a cidade fictícia de Minas Tirith.

O mapa foi encontrado solto em uma cópia do exemplar utilizado pelo aclamado ilustrador, Pauline Baynes. Baynes tinha removido o mapa de outra edição do romance para trabalhar uma versão colorido que viria a ser publicado por Allen & Unwin em 1970. As anotações feitas a tinta verde e lápis foram feitas pelo próprio Tolkien, com Baynes adicionando suas próprias anotações ao documento, enquanto com ele trabalhava.




A exposição de livros raros de Blackwell, que atualmente está exibindo o mapa em Oxford, pretende vendê-lo por 60.000 Libras esterlinas. A livraria afirmou em nota: "É um documento importante e, talvez, o objeto mais importante sobre Tolkien encontrado nos últimos 20 anos".

Tolkien era severamente detalhista e pode-se ver no mapa correções nos nomes de lugares, informações extras, e dá a Baynes uma série de sugestões sobre a flora e a fauna do mapa.

O romancista também usa Belgrado, Chipre e Jerusalém como outros pontos de referência, e de acordo com a Blackwell sugere que "a cidade de Ravenna é a inspiração por trás de Minas Tirith - uma localização chave no terceiro livro da trilogia 'O Senhor dos Anéis'".

"O mapa mostra como ele estava completamente obcecado com os detalhes.", disse Sian Wainwright em Blackwell. "Era difícil trabalhar com ele, mas muito gratificante no final".



Uma correspondência entre Tolkien e Baynes, que também trabalhou nos livros de CS Lewis, assim como anotações de diário não publicadas de Baynes, oferecem mais detalhes sobre o relacionamento, por vezes espinhoso entre os dois. Em 21 de Agosto de 1969, Baynes descreve uma visita a Tolkien e sua esposa em Bournemouth, "para conversar sobre um mapa cartaz que eu tenho que fazer - ele é pouco cooperante".

Blackwell está a vender uma gama de obras de Baynes, que morreu em 2008, aos 85 anos, incluindo uma monte de seus desenhos originais assinados, feitos para os livros das Crônicas de Nárnia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário