sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Macbeth (William Shakespeare)


Macbath é uma peça teatral escrita no século XVI pelo famoso dramaturgo inglês, William Shakespeare, que explora sobremaneira as fraquezas humanas em seus personagens. Dentre as fraquezas mais trabalhadas na obra estão a ambição e a ânsia por poder, fazendo com que o leitor identifique na trama muitos problemas que assolam a sociedade moderna, mantendo a obra, escrita há quase 500 anos, muito atual. A peça é ambientada na Escócia medieval, mais precisamente no século XI, durante o reinado de Duncan, retratando questões sombrias como traição, assassinato, bruxaria, busca por poder a qualquer custo, entre outras.

Macbath é um general de guerra do Rei Duncan, da Escócia e thane¹ de Thamis. Renomado e célebre guerreiro da corte escocesa por suas habilidades na guerra. A história começa com Macbath acompanhado de seu amigo Banquo, debatendo sobre a vitória conquistada em uma batalha travada contra as forças aliadas da Noruega e Irlanda, lideradas por Macdonwald, quando ambos são surpreendidos por três velhas bruxas que surgem em seu caminho. As bruxas anunciam uma profecia ao general, afirmando que o mesmo tornar-se-ia thane de Cawdor e posteriormente o Rei da Escócia, além disso, predizem que Banquo daria origem a uma linhagem de reis que sucederiam Macbath. Seguidamente, a tríade de feiticeiras desaparece, deixando os dois homens refletindo sobre as predições. Para a surpresa do thane, o mensageiro do rei, Ross, surge pouco depois anunciando que Duncan conferia a Macbath o título de thane de Cawdor, confirmando uma das profecias das bruxas.


A partir de então, Macbeth começa a almejar o posto mais alto da hierarquia do reinado, vislumbrando a coroa para si. Tal ambição toma conta de sua alma e acarreta em sua decadência. Tomado pela ambição, o protagonista vê-se fortalecido por sua esposa, Lady Macbeth, também gananciosa e manipuladora. Ela, inclusive, arquiteta o assassinato do rei durante uma visita do mesmo ao seu castelo, embora Macbath passe a recear o regicídio, sua esposa o afronta, questionando sua masculinidade. Convencido, Macbath assassina Duncan na noite de sua visita e torna-se rei.

Tendo-se concluído duas profecias das bruxas, Macbath continua preocupado com a última, na qual predisseram a sucessão do reinado aos filhos de Banquo. O regicida então convida seu antigo amigo para um banquete, mas esse planejava fugir para Inglaterra juntamente com seu filho Fleance, provocando ainda mais a preocupação de Macbath que contrata dois assassinos para dar-lhes cabo. Contudo, um terceiro assassino surge e assassina Banquo, mas Fleance escapa.


Embora a história prossiga de maneira dramática e cheia de reviravoltas, não irei me estender para evitar mais "spoilers". Todavia, deixo abaixo um link para o pdf da obra completa e aconselho a leitura, pois trata-se de um clássico da literatura ocidental. Além disso, vale ressaltar que ainda este ano será lançado um filme baseado na trama shakespeariana, no qual Macbath será interpretado pelo grandioso ator, Michael Fassbender.

No mais, desejo uma boa leitura àqueles que decidirem encarar a obra completa e sugiro que assistam ao trailer do filme, disponível abaixo.


Um comentário:

  1. Muito bom tive a oportunidade de ler
    e um livro cheio de intrigas bem legal

    ResponderExcluir