segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Múmia de 1000 anos é encontrada dentro de estátua budista


Pesquisadores descobriram restos mumificados de um monge, que viveu entre os séculos XI e XII, dentro de uma estátua de Buda do mesmo período. A descoberta foi feita após passarem o objeto por uma tomografia no museu Drents, na Holanda.

Especialista em budismo, o holandês, Erik Brujin, comandou o estudo do material e determinou que o corpo mumificado pertenceu a um mestre budista chamado Liuquan, que frequentou a Escola Chinesa de Meditação, vivendo por volta do ano 1100.

Antes mesmo da realização da tomografia, os cientistas do Drents sabiam que havia uma múmia dentro da estátua, mas o processo revelou que os órgãos de Liuquan foram removidos e substituídos por folhas e pedaços de papel com escrituras em chinês. Além disso, os pesquisadores retiraram DNA da múmia para a realização de testes. Adeptos da religião budista acreditam que o mestre Liuquan não está morto, e sim em um avançado estado de meditação.

Fonte: veja.abril.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário